Sobre (Português)

Surf e Sustentabilidade – SandS* é o primeiro grupo de pesquisa no Brasil que estuda o turismo de surf sustentável e as inovações sociais no mundo do surf. O SandS nasceu em 2017 na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis (Floripa), mas tem como objetivo incentivar a colaboração entre pesquisadores do Brasil e do exterior em estudos sobre o impacto econômico, social e ambiental do turismo de surf. Por meio de estudos empíricos, o grupo de pesquisa SandS também visa fornecer informações relevantes sobre os impactos do turismo de surf que possam ajudar as comunidades locais e os tomadores de decisão.  SandS trabalha em colaboração com a International Association of Surfing Researchers (Associação Internacional de Pesquisadores de Surf) liderada pelo Center for Surf Research na San Diego State University, Califórnia.

Em 18 de fevereiro de 2021, a BBC News International – Future Planet publicou uma reportagem especial sobre surf e sustentabilidade destacando nosso estudo Surfonomics sobre o impacto do turismo de surf na economia local de Lobitos, Peru. [este estudo está disponível no link: Publications].

Linhas de Pesquisa:

Turismo de Surf Sustentável: O turismo de surf está se expandindo rapidamente nos cinco continentes, entretanto, a sustentabilidade de um destino de surf depende primordialmente da adequação do tipo e escala de turismo para o contexto local. Esta linha de pesquisa explora os desafios de integrar o turismo de surf nas aspirações sociais, econômicas e ambientais de uma comunidade de forma sustentável, bem como iniciativas ambientais, tais como reservas de surf, redes mundiais de áreas de preservação de surf e movimentos locais de base.

Inovação Social no Mundo do Surf: A experiência fascinante de deslizar em uma onda é para todos. Esta linha de pesquisa investiga questões-chave sobre a igualdade de gênero no surf, praias acessíveis, surf adaptado para pessoas com deficiência e o surf na onda da economia compartilhada.

(*) SandS é certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Brasil (CNPq).